Campos dos Goytacazes
São João da Barra
São Francisco de Itabapoana
Italva
Cardoso Moreira

Campos dos Goytacazes, Quinta, 25 de Julho de 2024

STJ adota novo ambiente para peticionamento em plantões judiciários

Melhorias visam facilitar a compreensão das hipóteses de análise de petições durante o plantão.


01/07/2024 13h04

Fonte: Site Migalhas

O STJ implementará, a partir de julho, um novo ambiente de peticionamento para os dias de plantão judiciário (sábados, domingos e feriados). As petições continuarão a ser enviadas pela CPE - Central do Processo Eletrônico, mas de maneira mais interativa e simplificada.

O intuito é modernizar o sistema de peticionamento e melhorar a prestação de informações aos advogados.

Com essas melhorias, o tribunal também pretende tornar mais claras as situações que autorizam a análise de petições durante o plantão. Essas condições estão descritas na Instrução Normativa STJ 6/12, que especifica quais são os casos considerados urgentes para exame no plantão judiciário.

Por enquanto, a forma de peticionamento em dias úteis, incluindo os dias de semana durante as férias forenses, permanecerá inalterada.

De acordo com o secretário substituto da SJD, Jorge Gomes, a ideia de aprimorar o ambiente de peticionamento surgiu após a constatação de que muitas petições submetidas ao STJ durante o plantão não se enquadram nas matérias sujeitas a exame nesse período.

Diante dessa situação, o STJ Lab - laboratório de inovação do tribunal - propôs o desafio de atualizar o sistema de peticionamento com base em visual law (uso de recursos visuais no direito) e adoção de linguagem simples, para tornar mais claras as possibilidades de peticionamento no plantão.

"A ideia foi tornar o peticionamento mais interativo. A partir de agora, ao peticionar durante o plantão, o advogado preencherá os dados enquanto o sistema faz perguntas e fornece informações para esclarecer se o caso se enquadra nas matérias do plantão", explica Gomes.

Se o sistema identificar que a matéria não está incluída nas hipóteses do plantão judiciário, o advogado será questionado se deseja seguir com o peticionamento comum, encerrar o sistema ou continuar com a petição. "A intenção é fornecer informações mais precisas, permitindo que o interessado decida se deseja prosseguir ou não", resume Jorge Gomes.

https://www.migalhas.com.br/quentes/410348/stj-adota-novo-ambiente-para-peticionamento-em-plantoes-judiciarios


1

Dúvidas? Chame no WhatsApp